Parte I

– Sim, e ele também tem entrada HDMI e é Full HD.
– Que tela show!
– É um Vaio, né? Vai querer a garantia estendida ou vai ficar apenas com a de um ano?
– Um ano só… É um Vaio, né?

Parte II

– Putz, cara! Maquinão! Deve ter sido caro. Vale a pena?
– É um Vaio, né?


Parte III

– Acho que resolvi o problema de ter um note, por uns três, quatro anos.
– É verdade! Afinal, é um Vaio, né?

Parte IV

– Ué, que pixels pretos são esses na tela?


Parte V

– Mas a tela está congelando, já deu até blue screen com mensagem de erro da Nvidia.
– Imagina, é um Vaio, você deve ter instalado um driver inválido.


Parte VI

– Senhor, verificamos aqui que o prazo de garantia de um ano finalizou um mês atrás. O senhor não adquiriu na época a garantia estendida, portanto, terá que ligar para a assistência autorizada da Sony.
– Caramba! Como vocês conseguem programar a máquina para o defeito acontecer, com tanta precisão, após o período de garantia?


Parte VII

– Para o Vaio temos apenas um técnico especialista, ele vai verificar o seu notebook. Entraremos em contato com o senhor, em uma semana.
– Tá. Acho.


Parte VIII

– Isso só pode ser uma brincadeira. Dois mil e duzentos reais para deixar o meu Vaio novo?
– Sentimos muito, senhor.
(Sente nada! Deve estar rindo, tapando o telefone com a mão.)


Parte IX

– E foi isso, estou sem o Vaio.
– Que isso? É um vaio!
– Pois é…


Parte X

– Leva na Santa Ifigênia.
– Sei lá, acho que não em mais jeito…


Parte XI

– Olha tem o risco de, no procedimento, perder a placa-mãe de vez. Mas as chances são boas: a cada dez, uma é perdida.
– É um número bom pra mim.


Parte XII

– Maquinão, hein?
– Há! É um Vaio, né?
Deu tudo certo, fica trezentos e cinquenta reais.

Fim (???)